Prefeitura de Alcântara realiza Feira da Agricultura Familiar

Prefeitura de Alcântara realiza Feira da Agricultura Familiar

A Feira da Agricultura Familiar de Alcântara, realizada nesta quarta (18) na praça do Galo, reuniu produtores e artesãos do município e marcou o resgate do evento, que não era realizado há algum tempo. Para produtores, artesãos e visitantes, a administração ‘Construindo novos rumos’ acertou ao realizar o evento e, dessa forma, dá uma oportunidade a quem produz de vender a produção.

Da comunidade de Itamatatiua, a artesã Ângela Cristina de Jesus, que aprendeu a arte quando ainda era ‘menina’, acredita que a retomada da feira é bastante positiva e deve permanecer.
Cristina espera que haja continuidade do trabalho, ou seja, que continue a acontecer. Para a artesã, isso vai incentivar agricultores e artesãos a produzirem ainda mais. “Tem gente que não produz porque não tem onde vender.”   

Quem também espera que a feira seja regular é o professor Sergio Oliveira, que aproveitou a manhã ensolarada desta quarta para conhecer a Feira da Agricultura Familiar. Para o professor, a promoção de um evento dessa natureza está ligada à questão do empoderamento dos povoados e é uma representatividade importante para a geração de emprego e renda. “Gostaria que fosse um calendário regular, com datas certas, para que o público possa se preparar e participar, se programar e adquirir os produtos.”

Antônio Marcos, Secretário Municipal de Agricultura Familiar, Aquicultura, Pesca e Abastecimento de Alcântara, pontua que o evento desta quarta é ‘grandioso, não apenas por marcar a retomada, mas também por significar os esforços da administração ‘Construindo novos rumos’ para que a feira permaneça’. “A partir deste evento, vamos avaliar como será daqui para frente. Veremos qual o melhor formato para que ela atenda tantos aos produtores quanto à população. Conversaremos sobre as melhores datas e a periodicidade – se de quinze em quinze dias ou uma vez ao mês”, explica o Secretário de Agricultura.

Boa parte da população de Alcântara mora na zona rural e praticamente vive do que produz. São centenas agricultores e muitas famílias artesãs. No parecer do Vice-Prefeito Municipal, Nivaldo Araújo de Jesus, a feira vai incentivar a agricultura local e fomentar a economia do município. “A feira estava esquecida. É uma forma de resgate, de trazer os produtos e apresentar a toda a população, que precisa ver e crer que o município produz”, ressalta Nivaldo Araújo ao garantir que “o povo alcantarense pode ter certeza de que a gestão ‘Construindo novos rumos’ vai cuidar com carinho dos agricultores do município”.

Nivaldo Araújo diz que a administração já se reuniu diversas vezes para conversar sobre o destino final da produção do município. O vice-prefeito revela que já houve conversas até com a Ambev com o objetivo de tratar sobre a compra da mandioca produzida no município para a produção da cerveja. “Tem programas como o Pnae (Programa Nacional de Alimentação Escolar) que compram os produtos dos agricultores e depois distribuem para as escolas, onde serão consumidos por alunos. É assim que estamos incentivando o produtor a produzir mais e a ter um retorno imediato.”

ASCOM - ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO ALCANTARA