Parceria entre Prefeitura de Alcântara e Instituto Éden gerou empregos em janeiro

Parceria entre Prefeitura de Alcântara e Instituto Éden gerou empregos em janeiro

Os resultados da parceria que a Prefeitura de Alcântara firmou com o Instituto de Reflorestamento Éden – via Secretaria Municipal de Meio Ambiente (SEMMARS) aparecem a cada instante e comprovam que a administração “Construindo novos rumos” está no cainho certo. Neste instante, uma das boas notícias é a geração de empregos. “A geração de empregos é um dos pilares do acordo firmado pela Prefeitura Municipal de Alcântara com o Instituto de Reflorestamento Éden, através da assinatura do termo de cooperação entre as duas partes. Essa parceria vai muito além da preocupação ambiental, pois visa também o social através da geração de empregos para as comunidades locais onde serão implantados e executados os projetos de recuperação ecológica”, afirma o secretário municipal de Meio Ambiente, Jefferson Horley.

De acordo com o Instituto Éden, após uma primeira fase de sucesso com o trabalho de abertura de canais, no mês de janeiro o projeto contratou 30 pessoas de diferentes comunidades da região. O edital para contratação foi liberado em dezembro com o objetivo principal de identificar e selecionar moradores do município de Alcântara, a partir de um processo ético em benefício da população local. A divulgação da lista com nomes dos selecionados e selecionadas aconteceu no início de janeiro. O grupo recebeu um treinamento no dia 10 e logo iniciou os trabalhos de abertura de canais e de plantio em uma área localizada em Camuritiua.

A direção do Éden pontua que as seleções do Instituto visam sempre compreender as necessidades locais, e, por isso, têm como abordagem uma avaliação socioeconômica. “Assim, é possível construir um parecer que atenda e inclua pessoas em situação de vulnerabilidade social, que realmente precisam do emprego.”

“Para além dos processos de restauração das áreas de manguezal, o Instituto de Reflorestamento Éden tem como uma de suas maiores determinações fornecer trabalho digno para centenas de pessoas no Brasil todo. Com o projeto em Alcântara, contamos com mais trinta histórias diferentes fazendo parte da nossa trajetória. O início do plantio foi marcado por mais de duas mil sementes plantadas em apenas dois dias de trabalho”, diz o diretor presidente do Instituto Éden no Brasil, James Tibúrcio, enfatizando “acreditar que essa união entre o Éden, as comunidades e um poder público interessado é o caminho para a proteção e a recuperação do meio ambiente”.

Os trabalhadores do Instituto de Reflorestamento Éden têm carga horária de seis horas e a remuneração é a de um salário mínimo. O Instituto fornece todo o equipamento e o material de proteção para que os trabalhadores e trabalhadoras tenham segurança. Inicialmente, os contratos têm a duração de quatro meses, mas a Prefeitura e o Éden fazem um alerta: ainda há muitos planos para a região e a oportunidade de novos projetos e, com isso, novas frentes de trabalho.

ASCOM - ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO ALCANTARA