Copa Quilombola – Time da comunidade Raimundo Sul vai representar Alcântara na etapa estadual

Copa Quilombola – Time da comunidade Raimundo Sul vai representar Alcântara na etapa estadual

O time que vai representar Alcântara na etapa estadual da 3ª Copa Quilombola – Troféu Negro Cosme é da comunidade Raimundo Sul. A etapa municipal foi encerrada na quarta-feira, 22, dia do aniversário de emancipação de Alcântara. A partida final foi entre Peru e Raimundo Sul, que venceu por 1 x 0. O jogo foi realizado no estádio Fecurão, na sede do Município.

“Da maneira que a Copa foi feita no Município, diferente das outras, abrangeu um povo diferente. Chegou às agrovilas, praias, polos Raimundo Sul, Japeú, Peroba. Por isso abrangemos um número grande de equipes”, comenta o Secretário Municipal de Juventude, Esporte e Lazer de Alcântara, Antônio Luís Moraes Barbosa. “Muitas pessoas agradeceram e elogiaram a Secretaria e a Prefeitura por causa da maneira como a Copa foi organizada”, conclui.

Ao final da partida da quarta-feira, a Prefeitura premiou a equipe campeã com R$ 2.000,00 e a vice com R$ 1.000,00. “Nesse dia também homenageamos os árbitros, porque sem eles a gente não conseguiria nada. Foi uma força-tarefa tanto da SEMJEL como da SEMDS (Secretaria Municipal de Desenvolvimento Social, da Mulher e da Igualdade Racial) por meio do departamento de Igualdade Racial, diz a diretora do departamento, Juciely Andrade, que destacou o apoio do CLA – Centro de Lançamento de Alcântara.

O título municipal da Copa Quilombola foi disputado entre 12 equipes do município e as partidas (quem enfrenta quem) definidas por meio de sorteio. “Com essas 12 comunidades, no total, entre atletas e comissão técnica, conseguimos envolver 240 pessoas. Contamos com seis árbitros e mais a equipe da organização. Foi muito bom porque movimentou os interiores, onde aconteceram competições iniciais, e movimentou a questão financeira com o investimento feito pela Prefeitura em transporte – os atletas não pagaram transporte”, afirma Juciely Andrade, para quem o objetivo maior da Copa é a questão da união, o fortalecimento entre eles e, principalmente, que algum atleta seja revelado em São Luís. “Observamos que tem muitos atletas bons nos interiores, mas que não recebem nenhum incentivo. Vamos propor no próximo ano ao prefeito que em 2022 realize uma copa no Município com o objetivo de dar mais destaques e incentivo a esses meninos. Eles ficam por lá sem oportunidades, sem incentivo ao esporte.”


Para Bruno Clovier, diretor de Fomento da SEMJEL, a Copa Quilombola é uma competição que visa mostrar a igualdade racial, um movimento de natureza quilombola que busca dar oportunidade para as classes negras quilombolas do Estado. Clovier explicar que ‘hoje quilombola não se trata só de ser negro, mas de respeito social, pois as raças se misturam a cada dia, formando um ciclo de cores, mostrado que o respeito pelas raças vem em primeiro lugar’. “Diante da oportunidade nos dada pelo Poder Executivo da gestão atual do Município, buscamos da melhor forma proporcionar aos quilombos e também ao Município um evento que envolveu o respeito racial, a importância do negro e da igualdade de classes para o crescimento e dignidade do cidadão. No decorrer da competição, procuramos mostrar para as equipes participantes o respeito com o próximo e a importância da vitória quando se trata de representar não só a si, mas uma nação.”

Bruno lembra que, ao final a competição municipal, a equipe campeã agora vai para o Estado representar sua nação municipal. “Eu como diretor de Fomento do Município me sinto grato por participar desse evento e poder ajudar a mostrar a importância da humanidade do ser humano e a importância de lutar não só por si, mas por uma nação, pelo povo que espera algo de bom de você.”

ASCOM - ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO ALCANTARA